Conheça mais

Minha conta

Como contratar hospedagem e domínio para blogs e sites

No ar em e atualizado em mar / 2021

Quando você sente a necessidade de criar espaço na web para você, é necessário ter a noção de que para uma página poder ser acessada na web, ela precisa estar hospedada em algum lugar. Assim como o HD ou SSD do seu computador armazena os seus arquivos, programas e tudo que há em sua máquina, a mesma necessidade é para manter um site no ar.

Assim como um endereço e caminhos de sua pasta no computador, um site precisa de um endereço para ser acessado na web, e isso é feito através do registro de domínio (seja ele .com, .org, .net, .blog, .tv etc). Neste artigo oriento a contratar ambos os serviços e como saber qual hospedagem é a certa.

O que é uma hospedagem?

Uma hospedagem é nada mais, nada menos do que o local que possibilita uma pessoa ou empresa a guardar informações, imagens, vídeo e ter a possibilidade de publica-los aos internautas. Quem fornece este tipo de serviço são os provedores, dos quais cobram um determinado valor para cada tipo de hospedagem. Eles cedem um espacinho da gama extensa de servidores deles para você colocar em seu site ou blog tudo o que é necessário para ele ficar no ar.

Eu realmente preciso de uma hospedagem?

Eis a questão. Muita gente acredita que é necessário contratar um serviço de hospedagem sem saber se irá precisar dela (ou até mesmo nem sabe da existência de hospedagem). Digo isso pois já vi caso de uma pessoa contratar uma hospedagem acreditando que seria domínio ou até mesmo para tentar usar no Blogger achando que precisaria fazer como no WordPress.

É normal essa confusão pois não são todos que tem acesso à informação correta sobre hospedagem x domínio x plataformas de blogs que já vêm com hospedagem pronta. A ansiedade de criar um blog é tanta que acaba atropelando algumas coisas sem pesquisar. Vamos às perguntas básicas:

Quero ter um blog. Preciso de hospedagem?
Não exatamente. Se você tiver um blog no Blogger, no WordPress.com ou Tumblr (e dentre outras plataformas) você não precisa pois estes serviços já vêm com hospedagem embutida na criação de sua conta. Mas se você quer ter um blog utilizando o WordPress.org você precisará contratar, sim. Recomendo a leitura do artigo que falo com detalhes sobre a diferença entre os 2 tipos de WordPress existentes na web para evitar confusão.

Quero um blog no WordPress.org. Preciso de domínio?
Em 99% dos casos precisa, sim. Entretanto, há empresas que fornecem subdomínios para caso o cliente queira apenas a hospedagem. Mas é legal que tenha um domínio para dar mais profissionalismo.

Qual a diferença entre domínio e hospedagem?
Como eu disse, hospedagem é o local de armazenamento das páginas da web. Domínio é a URL que te identifica na internet com o objetivo de facilitar o acesso. Você pode ter um registro com extensão .com, .com.br, .me, .tv, .org e mais um monte de infinidade de nomes, caso contrário você usa um domínio com nome de uma empresa, como seunome.blogspot.com.br, meublog.wordpress.com ou meusite.wix.com.br etc.

Tenho conta no Blogger do Google. Posso ter um domínio e hospedagem?
Você pode ter um domínio para retirar o blogspot.com.br da sua url e ter um endereço próprio. Entretanto, hospedagem não é necessária pois o Blogger já possui esse serviço — a não ser que queira migrar para o wordpress.

Tenho um blog em wordpress mas nunca contratei uma hospedagem. Fiz algo de errado?
Não, isso significa que você utiliza a plataforma do wordpress.com (já tem hospedagem embutida), que é diferente do wordpress.org, que neste é necessário fazer o download para instalar e utilizar.

Qual é a média de valores de um serviço de hospedagem?

Isso vai depender do que cada hospedagem irá fornecer. Por isso, é necessário pesquisar bastante. Os planos mais simples, comumente utilizados para blogs iniciantes, websites institucionais mais simples ou de baixo tráfego, giram em torno de R$10 a R$20 por mês. Já sites de milhares de visitas tem o custo mais alto, que pode atingir à 3 dígitos na carteira mensalmente.

Veja abaixo as coisas que você deve se atentar. Analise qual é a melhor hospedagem custo-benefício para você. Lembrando que o barato às vezes sai caro, então tudo é questão de pesquisa e o que melhor atende as suas necessidades neste momento.

leitura complementar

6 plugins indispensáveis para quem está começando seu site no WordPress

6 plugins indispensáveis para quem está começando seu site no WordPress

O Wordpress oferece um acervo maravilhoso com inúmeros plugins à nossa disposição. Mas você sabe quais são aqueles que são essenciais para ti? Separei alguns plugins que poderão te ajudar.

O que é Cloudflare e porque você deve usa-la no seu site

O que é Cloudflare e porque você deve usa-la no seu site

Quanto mais otimizado um site é, melhor é o seu desempenho. E a Cloudflare é uma ótima aliada para seu site ter aquele "boom" que você nem imaginava que precisava.

WordPress .com ou .org: Qual utilizar?

WordPress .com ou .org: Qual utilizar?

Por que há dois wordpress diferentes? Entenda com detalhes qual é a diferença entre eles e descubra qual se adequa mais ao seu modelo de negócio ou blog.

O que devo me atentar ao contratar o serviço de hospedagem?

Você decidiu que realmente precisa de uma hospedagem seu espaço na web. Agora começa sua procura por uma. Existem vários tipos de hospedagem para diversos tipos de sites, por isso, o ideal é começar aos poucos, mas ter muito cuidado e se ligar nos seguintes itens e dou algumas dicas de como se atentar.

Pré-requisitos: Alguns sites exigem que você tenha um registro de domínio, enquanto outros oferecem o serviço de subdomínio gratuitamente. Há serviços também que oferecem domínio grátis para quem contrata determinado tipo de hospedagem.

Linguagem de programação: As principais linguagens de programação para web, além do PHP, é o ASP, JSP, Perl, Python, Ruby/Ruby on Rails. Essa questão de linguagem suportada do servidor dependerá muito de como o seu site será programado. Sites em WordPress são de linguagem de programação PHP, e praticamente quase todos os serviços de hospedagem oferecem suporte à esta linguagem por ser a mais popular de todas.

Limites: É o detalhe que mais precisa ficar atento. Os limites são definidos em 4 itens:

  1. Transferência mensal: Toda vez que uma página é atualizada por um usuário ou quando alguém faz atualização de algum arquivo do servidor, isso requer atualização de dados para mostrar ao usuário o que há de novo. Isso chama-se transferência de dados, e a maioria dos provedores contam isso de forma mensal e possuem um limite X de gigabytes que podem ser usados. Dê preferência a hospedagens que possuam transferência ilimitada (para sites com muitas visitas) ou, pelo menos, acima de 3GB de transferência mensal (para sites com poucas visitas).
  2. Armazenamento em disco: É o espaço que seu site irá ocupar num HD ou SSD. Analise com cuidado o espaço e veja se isso está de acordo com o seu site e o que você pretende postar nele. Um blog de fotografia, por exemplo, precisa de muito espaço (de início, no mínimo de 10GB e com o tempo ir subindo) porque imagens são o que mais ocupam espaço. Agora, um blog com poucas imagens por post, 3G é mais do que suficiente para começar. E sempre se atente se o provedor fornece gerenciamento de arquivos no painel de controle. E se possível, opte por armazenamento SSD, pois possui melhor desempenho.
  3. Quantidade de domínios: Uma hospedagem pode (ou não) ter vários domínios cadastrados no mesmo espaço (e cada espaço para um domínio é separados por uma pasta, assim não compromete outros arquivos). É uma boa ter um serviço de hospedagem que dê a possibilidade de ter outros domínios porque nunca sabemos quando precisaremos de mais um, né? Eu, por exemplo, tenho 6 domínios e 4 fazem parte da mesma hospedagem.
  4. Exibições diárias: Algumas redes de hospedagem oferecem planos baseados nos acessos (pageviews) de cada conta. Para um blog pequeno, 2mil acessos diários é mais do que suficiente, enquanto um blog grande (ou com vários domínios vinculados na mesma conta), precisa dar preferência para acima de 10mil acessos diários ou, se possível, ilimitados.

Gerenciamento da área de hospedagem: É um local do qual você acessa por um endereço (fornecido pela hospedagem) onde é capaz de ver todos os dados da sua conta, bem como o que é utilizado, o que não é, acesso direto aos arquivos etc. Os painéis mais comuns são cPanel, o Plesk e o HELM, mas tem provedores que possuem seus próprios painéis. Eu, particularmente, prefiro o cPanel pela praticidade e facilidade de instalação de vários itens (inclusive o wordpress).

Bancos de dados: É o local de armazenamento do que é postado em seu site/blog em sua forma textual. Ao contrário da lógica, nada do que postamos textualmente ou optamos via painel de controle fica dentro de pastas e arquivos em nosso servidor, mas sim num banco de dados. Tudo o que você publica, comentários, páginas etc., são armazenados em tabelas documentadas, informando tudo o que você já fez no site. O tipo de armazenamento mais comum é o MySQL (utilizado em sites WordPress), gerenciado pelo programa phpMyAdmin (que já vem instalado no servidor).

Sistema operacional: Você também pode se atentar a isto. Querendo ou não, servidores são máquinas como nossos PCs, porém, mais potentes. Existem servidores com Windows, bem como Linux e cada possui melhores desempenhos para linguagens de programação específicas. Por exemplo, máquinas Windows são ideais para quem possui um site programado em C++, enquanto Linux é mais acessível e menos complicada de rodar PHP, a linguagem do WordPress. O Linux é sistema mais comum dos provedores de hospedagem para sites e blogs nessa linguagem.

Serviço de e-mail: Não adianta nada você ter uma hospedagem maravilhosa sem ter um serviço de recebimento e disparo e-mail, além de precisar possuir protocolo SMTP e um protocolo de download de e-mails para os usuários, como POP3 e IMAP, para caso você queira utilizar seus e-mails em outro gerenciador (como o gmail, por exemplo) para ficar mais fácil. Um serviço de e-mail é muito importante pois, além de você construir e-mail para você utilizar para contato profissional de seu site, muitos plugins de formulário de contato e resposta de comentários fazem uso deste serviço de disparo de e-mail de servidor para funcionarem corretamente. Portanto, atente-se!

O que o studio recomenda

Quando você finalmente acha uma empresa de serviços de hospedagem perfeita de acordo com os itens acima, o que deve ser feito logo em seguida é conversar com quem a utiliza para saber se vale a pena e o que ela pode ter sofrido com a empresa e, caso sim, se foi atendida rapidamente e resolvido o caso. Todos nós sabemos que não existe nada perfeito neste mundo, mas o que irá diferenciar se vale a pena ou não é o atendimento ao cliente.

Quando o suporte da empresa se preocupa com o cliente e o ajuda a resolver qualquer tipo de situação que possa ocorrer (porque sabemos que imprevistos acontecem), é a melhor coisa que se tem. Pergunte nos grupos de facebook, no Reclame Aqui e na internet à fora sobre empresas de hospedagem, converse com o chat da empresa e com funcionários. É melhor pecar por informação demais do que por falta delas, principalmente no momento em que você for fazer o passo-a-passo da contratação.

Para registro de domínios

  • Registro.br: o site oficial para registros .com.br.
  • Google Domínios: ideal para adquirir domínios mais diferentes como .design, .studio, .dev etc. Ideal para empresas e profissionais que prestam serviços, onde o nome da própria área de atuação já faz parte do domínio.
  • Namecheap: uma alternativa ao Google Domínios, com cobrança em USD.
  • Go Daddy: ideal para comprar o 1º ano de registro pois há várias promoções legais. Só tome cuidado na renovação, pois a Go Daddy é mestre em quadruplicar o valor dos registros, rs.

Para contratar hospedagem

  • Nuvem Hospedagem: Minha empresa favorita de hospedagem, com servidores alocados aqui no Brasil, com armazenamento flash (SSD) que promove maior desempenho nos sites — que é perfeito para sites de alto tráfego ou e-commerce. O atendimento é impecável, humanizado e são bastante atenciosos. Empresa 100% brasileira.
  • Hostinger: Empresa internacional de hospedagem com preços bem acessíveis. Ideal para quem quer ter seu primeiro endereço na web e para sites de baixo tráfego. É possível utilizar servidores alocados no Brasil se fizer a conta pelo site brasileiro (é só selecionar a sua língua logo no primeiro acesso ao site). O atendimento 100% português brasileiro.
  • Hostgator: Uma das maiores empresas americanas em hospedagem de sites. Tem hospedagem para todos os tipos de situações e alguns planos são bem acessíveis. O porém é que não tem servidores alocados no Brasil, mas sim nos EUA, então é melhor para quem mora ou tem tráfego mais intenso na América do Norte. O atendimento também é feito em português.
Ana Flávia Cador - AFC Web Design
Ana Flávia Cador

Idealizadora do studio . Desde 2007 realiza sonhos de empreendedoras, influencers e blogueiras projetando sites, lojas virtuais, blogs e ferramentas através de um 
design único, inteligente, com personalidade e propósito.

Os melhores banco de imagens para empreendedorismo feminino

Os melhores banco de imagens para empreendedorismo feminino

Já teve a sensação de que os bancos de imagens mais famosos não combinam com você e com o seu público? Sua busca pelas fotos ideais para seu negócio termina hoje!

6 plugins indispensáveis para quem está começando seu site no WordPress

6 plugins indispensáveis para quem está começando seu site no WordPress

O Wordpress oferece um acervo maravilhoso com inúmeros plugins à nossa disposição. Mas você sabe quais são aqueles que são essenciais para ti? Separei alguns plugins que poderão te ajudar.

O que é Cloudflare e porque você deve usa-la no seu site

O que é Cloudflare e porque você deve usa-la no seu site

Quanto mais otimizado um site é, melhor é o seu desempenho. E a Cloudflare é uma ótima aliada para seu site ter aquele "boom" que você nem imaginava que precisava.

Clientes

Depoimentos de clientes que tiraram seus projetos do papel e permitiram que o studio os tornassem reais!

+ depoimentos

Depoimento de Simone Benvindo para o site AFC Web Design

Simone Benvindo

Já contratei os serviços duas vezes e amei. Excelente profissional. Confio meu site nas mãos da Ana de olhos fechados. Ótimo preço e atendimento.
Depoimento de Clayci Oliveira para o site AFC Web Design

Clayci Oliveira

Projeto Clayci Oliveira

Acompanho a Ana há alguns anos e sempre admirei o seu trabalho na Internet. Estava bem desanimada com o meu blog, mas foi só desabafar com ela que surgiram várias ideias. Fiquei feliz quando vi tudo prontinho e no ar. Ficou do jeitinho que eu queria! Deu pra sentir o carinho e a dedicação em cada detalhe do tema. 🥰
Depoimento de Samira Oliveira para o site AFC Web Design

Samira Oliveira

Melhor web designer de todas! Uma pessoa maravilhosa, excelente profissional e muito paciente, talentosa e criativa. Realizou um dos meus maiores sonhos, que deu início a todos os outros: meu blog. Serei sempre grata pelo lindo trabalho e pela paciência que sempre tem comigo e com minhas ideias.
Depoimento de Endy Benittis para o site AFC Web Design

Endy Benittis

Projeto Create Boss

A Ana além de uma excelente programadora, tem um trabalho e um atendimento impecável. Durante minha trajetória, uma coisa que sempre percebi era que eu pedia algumas coisas diferentes para outros programadores e eles sempre respondiam: “Não faço isso, nunca fiz um projeto assim...” Já a Ana o que eu peço de novo ela corre atrás, vai pesquisar junto comigo, procura entender, e sempre consegue realizar no final. Maravilhosa! Gratidão por todos os projetos lindos que você me ajudou e vai continuar ajudando, gratidão pelo seu trabalho incrível e por toda atenção de sempre. Sucesso, brilha mulher! 🥂
Depoimento de Jaqueline Lima para o site AFC Web Design

Jaqueline Lima

Projeto Jaqueline Lima

O trabalho da Ana é incrível! Já trabalhamos juntas 2 vezes e nunca me arrependi de confiar nela em tudo. Meu blog ficou lindo e super fácil de me virar. Recomendo muito!

Peça seu orçamento
Dúvidas? Veja o F.A.Q. do studio.

Atendimento: 14h às 17h, seg à sexta. Horário de Brasília.